VENDIDO---Verdadeira Jóia de Ourivesaria, Verge Marcwick London. ca.1710.


VENDIDO---Verdadeira Jóia de Ourivesaria, Verge Marcwick London. ca.1710.

Código do produto: REO.199

Actualmente indisponível

11.628,00
Preço não inclui envio

Extraordinária peça de Ourivesaria, tal a beleza e trabalho das suas caixas, relegando para segundo plano a arte do relojoeiro,(mesmo sendo este movimento um repetição de Horas e Quartos).Peça produzida por volta de 1710, provavelmente por James Markwick II, relojoeiro desde 1692 até 1730, quando faleceu.Fez sociedade com o seu genro Robert Markham, mantendo posteriormente o nome Markwick Markham, uma referência na relojoaria Inglesa.Esta sociedade produziu entre outras peças, relógios de grande beleza para o mercado Turco, com belas caixas esmaltadas, destacando-se sempre pelo seu trabalho de Ourivesaria.Trata-se de uma peça com 6.1 cm de diâmetro, possuindo 3 magníficas caixas.A primeira em latão e pele, e as restantes em ouro de 18 e 22 quilates.A segunda caixa, toda em Ouro 22k, está em perfeito estado e é de uma beleza singular.Quantos dias terá trabalhado o Ourives para produzir esta magnífica obra de arte no início do séc. XVIII?Destaque para quatro bustos reproduzidos na caixa, três masculinos e um feminino, dos quais adicionamos fotos para possível identificação.A caixa interior, em ouro 18k, está igualmente em excelente estado, não destoando em nada do trabalho da segunda caixa.Por favor apreciar fotos. .

As
caixas estão todas em excelente estado de conservação.

Movimento tipicamente Inglês, com a qualidade característica desta êpoca, e com uma invulgar complicação, pois bate Horas e quartos de hora.Sonoridade de grande pureza.garantia de um ano.

Fantástico mostrador também em ouro, devidamente assinado Marcwick London.

Provavelmente a peça de relojoaria mais bonita que tivemos o prazer de apresentar, verdadeiro relógio de colecção.

Qualquer duvida não hesite em contactar ››



 

Procurar também nestas categorias: Categories, Lista Completa de Todos os Items., Relógios do Século XVIII